Anuncio

Breaking News
recent

Anuncio

Análise: phablet Nokia Lumia 1320

Aparelho de seis polegadas surge com configurações bem interessantes para o mercado intermediário



O novo phablet Nokia Lumia 1320 já está chegando ao mercado brasileiro. Com seis polegadas, ele é equipado com sistema operacional Windows Phone 8.0 e surge como uma versão mais barata do que o top de linha Lumia 1520. Nokia sugere que ele chegue ao mercado por R$ 1.399, um pouco mais do que a metade do valor da versão mais poderosa. Será que vale a pena comprar o aparelho? É o que vamos descobrir!

Testes de desempenho

Fizemos alguns testes de desempenho com o Lumia 1320. No AnTuTu, comparando o dispositivo com outros Lumia, vimos que ele se saiu melhor do que os concorrentes que já estavam no mercado anteriormente — mas ele não deve se sair melhor do que o 1520, que é o top de linha no mercado de phablets da Nokia.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo]
Com o MultiBench, também dedicado aos aparelhos com Windows Phone, notamos que ele se saiu melhor do que todos os concorrentes em relação à CPU, mas perde para os smartphones Lumia 1020 e Lumia 820 quando são analisados apenas os gráficos.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo]
Com o GFX fizemos um teste comparando o Lumia 1320 com os phablets Samsung Galaxy Note 3 e ASUS fonepad 7. O aparelho da Nokia possui menos potência gráfica do que os dois concorrentes, ficando na terceira colocação.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo]

Hardware

Assim que o Lumia 1320 é ligado pela primeira vez, qualquer consumidor consegue perceber que o sistema operacional roda de uma maneira muito fluida. Não há travamentos e as funções principais do phablet também podem ser executadas com bastante facilidade. Isso acontece mesmo com o hardware intermediário, que traz o processador Qualcomm Snapdragon. O chip é dual-core e opera em clocks de até 1,7 GHz, sendo mais lento que o utilizado no Lumia 1520, mas bastante competente na grande maioria das tarefas.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo]
A memória RAM é de 1 GB e consegue operar sem travamentos nos aplicativos profissionais que devem ser bastante acionados no Lumia 1320. Também aprovamos a bateria do phablet, que oferece autonomia satisfatória em seus 3.400 mAh. Um ponto que pode incomodar os consumidores é a limitação de espaço para armazenar dados, uma vez que a memória interna do aparelho é de apenas 8 GB. Apesar disso, ele também conta com 7 GB em nuvens e expansão para até 64 GB por cartões microSD.
Novamente, é preciso deixar bem claro que o Lumia 1320 gera bons resultados para consumidores que querem utilizar apps de produtividade e navegação na internet. Jogos como Need for Speed e outros que exigem processamento gráfico mais avançado podem não ter tanta fluidez, mas os casuais rodam tranquilamente.

Tela

É difícil não prestar atenção na tela do Lumia 1320. Afinal de contas, são seis polegadas de imagens sendo mostradas a todo instante para os consumidores. A resolução de 1280x720 pixels é mais do que suficiente para a grande maioria das tarefas executadas no aparelho e o tempo de resposta dela também contribui para uma ótima utilização.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo](Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Mesmo sem contar com resolução Full HD, o Lumia 1320 é muito bom para a reprodução de vídeos, principalmente pelo brilho e pelas cores vivas que são oferecidas pelo phablet. Apesar da qualidade de imagens e ótimo tempo de resposta, a tela de seis polegadas acaba sendo um pouco incômoda para quem precisa de dinamismo. Pessoas com mãos pequenas podem achar bem difícil utilizar o aparelho com apenas uma delas. A digitação rápida torna-se quase impossível dessa forma.

Design

Mesmo com a carcaça plástica, o aparelho parece bem resistente. Ponto positivo para o design de construção, que permite um rápido acesso ao cartão SIM por meio da retirada da parte traseira. O único problema dessa estrutura está no fato de os botões ficarem presos à própria carcaça.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo](Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Mesmo com esses elogios, é preciso voltar ao fato de que as seis polegadas podem dificultar a utilização para alguns perfis de consumidor. A dificuldade em encontrar uma forma anatômica de utilizar o aparelho com apenas uma das mãos é bem evidente e também pode causar uma pequena sensação de insegurança.
De qualquer forma, é indiscutível que o Lumia 1320 é muito bonito e sóbrio. A versão que analisamos é completamente preta e ela se adequa muito bem ao perfil profissional que um phablet exige. Vale lembrar que há outras opções de cor, mas para o Brasil a Nokia trouxe apenas os aparelhos brancos e pretos.

Câmera

Mesmo que os fotógrafos não sejam o público-alvo do 1320, é difícil desassociar o nome “Lumia” de grandes expectativas quanto à captura de imagens. O phablet conta com uma câmera de 5 megapixels, mas é preciso dizer que os resultados ficam abaixo do esperado.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo](Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
O aparelho consegue fotografias bonitas em ambientes de alta luminosidade, mas o sensor de captura deixa a desejar quando o cenário é mais escuro. O resultado disso é de fotos com muitos ruídos e baixa definição. Para um phablet, isso é mais do que suficiente, mas os consumidores têm que saber que não terão fotografias mais nítidas se precisarem de alta qualidade.
Quando vamos para a câmera frontal também temos problemas. Se pensarmos que a Nokia promete o Lumia 1320 como uma solução profissional, era de se esperar que o equipamento dedicado às videoconferências fosse mais eficiente, mas ela apresenta resolução de apenas 0,3 megapixels e deixa bastante a desejar para os usuários.

Software

Como já dissemos anteriormente, o Windows Phone 8.0 roda com total fluidez no Lumia 1320 e isso também se estende aos aplicativos que são integrados a ele. O principal deles é o Office 365, que permite a edição e leitura de documentos com bastante facilidade.Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo](Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Mesmo com as limitações do teclado virtual, utilizar a suíte de escritório da Microsoft pode garantir excelentes oportunidades a qualquer consumidor. Compor textos, inserir imagens e recortar ou colar trechos são todas tarefas simples. Aplicativos da Nokia também ganham bastante destaque, como é o caso do Creative Studio ou do Cinemagraph, que permitem a adição de filtros às imagens e a criação de imagens dinâmicas belíssimas.
Por outro lado, é preciso dizer que o phablet sofre um pouco com a loja de aplicativos da Microsoft. Devido à limitação de opções no Windows Phone, alguns softwares são baseados no Internet Explorer e acabam perdendo em qualidade. Um desses exemplos é o YouTube, que funciona de uma maneira mais dinâmica e interessante em outros sistemas operacionais portáteis.

Multimídia

Quando falamos da tela presente no Lumia 1320, dissemos também que ela é muito boa para a reprodução de vídeos. Isso vale para YouTube, para vídeos baixados da internet e também para apps de streaming, como o Netflix. O áudio do phablet também é ótimo. Apesar de não ser muito potente, ele fica no mesmo nível dos sistemas de reprodução sonora de phablets e smartphones. Com a utilização de fones de ouvido de boa qualidade, o resultado é muito bom.
Análise: phablet Nokia Lumia 1320 [vídeo](Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
É válido lembrar que o Windows Phone possui acesso a uma grande quantidade de jogos pela plataforma Xbox Live. A grande maioria deles pode ser executada com facilidade, mas repetimos: alguns games mais pesados podem rodar com travamentos.

Vale a pena?

Como a própria Nokia diz, o Lumia 1320 é voltado para o mundo coorporativo, contando com apps profissionais e sendo indicado para quem precisa estar sempre em atividade. Com seis polegadas e hardware intermediário, ele consegue desempenhar todas as funções desse tipo com facilidade.
Se seu perfil de uso se encaixa nisso, o Lumia 1320 é certamente uma ótima opção para você. O phablet chega ao Brasil custando R$ 1.399, o que representa pouco mais da metade do valor do Lumia 1520, que é o top de linha. Com a qualidade de construção da Nokia e com o ecossistema Windows, dificilmente algum aparelho nessa margem de preço conseguirá oferecer o mesmo para os consumidores.
Por essa razão, a menos que você queira um aparelho mais potente para jogos ou com mais qualidade na captura de imagens, o Lumia 1320 é mesmo excelente. Sempre lembrando que estamos nos referindo a phablets, que são menos portáteis do que smartphones.
Antonio Augusto Soares Lemos

Antonio Augusto Soares Lemos

Tecnologia do Blogger.