Anuncio

Breaking News
recent

Anuncio

Envio de cheiros pelo smartphone será possível em 2015



Um aparelho cilíndrico chamado oPhone, idealizado pelo professor David Edwards (que leciona Engenharia Biométrica em Harvard), será o responsável pela geração de sinais aromáticos feitos através de pequenas misturas de vapor. Ele será acoplado ao smartphone e funcionará de forma semelhante aos aerosóis médicos, manipulando partículas.
Em entrevista à AFP, Edwards disse que em 17 de junho será lançado o aplicativo gratuito oSnap, a princípio apenas para iPhone, que contará inicialmente com 32 aromas originais. O usuário poderá criar um cheiro misturando entre um e oito odores, ou seja, pode-se fazer 300 mil combinações.
Entre os dias 17 e 31 do mesmo mês será criada uma campanha no site de financiamento colaborativo Indiegogo, enquanto, entre 19 e 31, o público poderá ver todo o sistema em funcionamento no Laboratório, espaço criado pelo professor em Paris.
Quando tudo estiver operando plenamente, a pessoa conseguirá fotografar um objeto e "ilustrá-lo" com cheiros. Então, usando o arquivo chamado oNote, poderá enviar um SMS com a composição do aroma - caso esteja com um iPhone, o destinatário usa o oPhone para baixar e sentir o odor, que será gerado por cartuchos oChips.
Quem participar da campanha de financiamento poderá comprar um aparelho por 149 euros, sendo que depois ele estará no mercado por 199 euros. O pacote com quatro cartuchos oChips será vendido por US$ 20.
Edwards acredita que os valores cairão à medida que o produto se popularizar e for miniaturizado. "Em um segundo momento, haverá a possibilidade de tirar uma foto, da qual um software deduzirá o odor, ajustar os odores de base cujo número aumentará com outros domínios temáticos", disse ele.
Antonio Augusto Soares Lemos

Antonio Augusto Soares Lemos

Tecnologia do Blogger.