Anuncio

Breaking News
recent

Anuncio

7 livros clássicos de ficção científica que você deveria ler

Você é um verdadeiro apaixonado por ficção científica? Então você precisa conhecer alguns dos livros mais importantes deste gênero. Ao longo dos últimos 100 anos, muitos escritores se dedicaram a imaginar como seria o futuro e como as pessoas coexistiriam em cenários bem diferentes dos que existiam naquela época; outros preferiram ir ainda além e imaginar a relação dos humanos com outros planetas e máquinas.
Os maiores fãs do gênero já devem estar loucos para saber quais são os livros que trouxemos hoje, não é mesmo? Se esse é mesmo o seu caso, confira a lista com alguns dos maiores clássicos agora mesmo. Será que o seu livro favorito está na seleção que trouxemos com os grandes clássicos da literatura de ficção científica? Vale dizer que todos eles tiveram adaptações nos cinemas.

1. Eu, Robô (1950)

O escritor russo Isaac Asimov é o responsável por alguns dos principais títulos de ficção científica da década de 50. Em, “Eu, Robô”, ele reúne alguns contos que narram a evolução dos robôs no decorrer do tempo. Isso vai desde a apresentação de pequenos seres robóticos até a dominação das máquinas, que resultam em um futuro complicado para a raça humana.

2. O Guia do Mochileiro das Galáxias (1979)

Essa mistura de ficção com humor é uma das franquias mais aclamadas da última década pelos geeks, mas foi lançada oficialmente em 1979. Escritos por Douglas Adams, os livros narram as aventuras de um excêntrico grupo ao redor do universo. Vale lembrar que tudo começa com a destruição da Terra para a construção de um desvio para astronaves.

3. 1984 (1948)

Escrito em 1948, o livro 1984 de George Orwell narra um futuro distópico que aconteceria no ano homônimo. Na obra, os cidadãos são constantemente fiscalizados pelas teletelas do governo e precisam obedecer a normas e uniformizações bem rígidas. O conflito principal acontece quando o protagonista começa a questionar as verdadeiras motivações de todo o regime.

4. 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968)

Desde o início da humanidade, um estranho monólito parece interferir no planeta Terra. Já no século 21, uma missão vai para Júpiter para tentar resolver o enigma. O enredo principal se baseia na ida ao planeta, quando o computador principal da missão apresenta sinais de instabilidade na inteligência artificial e ameaça toda a tripulação.
Apesar de algumas pessoas pensarem que o filme homônimo é uma adaptação deste livro, a verdade é que eles foram criados em conjunto.

5. Neuromancer (1984)

Lançado em 1984, o livro Neuromancer, de William Gibson, conta a história de um ex-hacker que é envenenado depois de tentar roubar uma grande empresa. Esse veneno impedia o protagonista de se conectar às inteligências artificiais que controlavam a vida no planeta, causando desespero no personagem e nos leitores. É na busca pela cura e no surgimento de outros personagens que se concentra o grande destaque deste excelente livro.
Esta é a única obra desta lista a não possuir uma adaptação oficial nos cinemas, mas vale dizer que Matrix possui forte inspiração nela.

6. O Planeta dos Macacos (1963)

Um homem escreve uma carta narrando suas aventuras em outro planeta, Soror, onde primatas vivem como humanos e intrigam os cientistas. Tudo fica ainda mais maluco quando os humanos descobrem que podem ser da mesma espécie daqueles macacos do planeta Soror. A narrativa ainda gira em torno das lutas entre esses personagens e das possibilidade de voltar ou não para a Terra.

7. Admirável Mundo Novo (1932)

Em outro futuro distópico, Aldous Huxley apresentou ao mundo a ideia de que as pessoas poderiam ser programadas biologicamente para aceitarem a repressão. Nesse ambiente, as pessoas eram obrigadas a viver divididas por castas; nasciam por meio de incubadoras artificiais e eram condicionadas à produção de bens para os mais ricos. Publicado em 1932, o livro é protagonizado por um homem que pretende romper os dogmas sociais daquele futuro.
Antonio Augusto Soares Lemos

Antonio Augusto Soares Lemos

Tecnologia do Blogger.