Anuncio

Breaking News
recent

Anuncio

Apps ou navegadores: qual é a tendência no celular ?

Quatro minutos; duzentos e quarenta segundos! Este é o tempo médio de visita de um internauta brasileiro a uma página na internet. Calma, a gente ainda tem bastante tempo. Segundo a pesquisa "Micro-Momentos", do Google, os quatro minutos representam uma queda de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. É melhor a gente se apressar um pouco essa história...
Sem correr! O Google diz que essa “pressa” crescente dos brasileiros em mudar de página se deve à popularização dos smartphones. Por outro lado, é imensa a quantidade de estímulos de coisas interessantes que somos expostos na internet o tempo todo. Os dois fatores contribuem constantemente para uma mudança de comportamento no consumo de conteúdo digital.
Ainda temos tempo?! Olha só, se a gente parar para pensar, quatro minutos ainda é bastante coisa. Com tanta informação, a tendência é a gente ficar cada vez menos tempo preso em uma única página. A duração dos vídeos online é um exemplo. Dez anos atrás, os vídeos tinham entre 20 e 30 minutos de duração...loooogos; depois passaram para 15, 10...cinco minutos. Hoje é difícil prender alguém por tanto tempo. Ei, você continua aí, né?
Outra mudança de comportamento, esta segundo uma pesquisa da consultoria Flurry Analytics, é a diminuição do uso de navegadores em smartphones. Entre 2013 e 2015, o tempo de utilização dos browsers caiu mais de 50%.
Nossa, falta pouco pro nosso tempo estourar. Mas, antes disso: uma análise interessante sobre o levantamento é que já não existe muita diferença entre o uso do smartphone e o consumo de redes sociais. Se houve uma queda no uso dos navegadores, o uso de aplicativos nativos disparou no mesmo período, atingindo 90% do tempo gasto no celular.
Setenta por cento dos entrevistados disseram que os aplicativos são suas principais ferramentas de informação. A quantidade de gente que consome conteúdo dentro de apps de mensagens e redes sociais não para de crescer. E, se você nos acompanhou até agora...
Antonio Augusto Soares Lemos

Antonio Augusto Soares Lemos

Tecnologia do Blogger.