Anuncio

Breaking News
recent

Anuncio

E se? Top 10 jogos que gostaríamos de ver da Marvel



A Marvel é uma das referências mais influentes no mundo quando o assunto é super-heróis. O sucesso da editora é ainda maior hoje, com grandes produções no cinema que atraíram público de todas as idades. Com mais de 70 anos, a marca não se limitou somente às HQs, e muitos games dos heróis já foram lançados, alguns muito bons e outros... Nem tanto.
Mas o fato é que todo gamer aficionado por quadrinhos já deve ter imaginado ao menos uma vez um jogo ideal para seus personagens prediletos. Diversos estúdios já fizeram games dos mais variados gêneros do universo Marvel, mas nem todos agradaram. E é por isso que nós pensamos em uma lista de 10 jogos que seriam legais de ver funcionando:

1 – Um sandbox do Homem Aranha

O Espetacular Homem-Aranha foi uma das franquias que mais geraram jogos no universo Marvel. Até hoje fãs relembram com grande carinho jogos da quinta e sexta geração de games, em especial Spider Man 2, baseado no filme de mesmo nome. Os últimos dois jogos da franquia não agradaram muito e passaram longe da qualidade de games do aracnídeo.
Gostaríamos de ver o herói em um mundo aberto na cidade de Nova York, no maior estilo Batman Arkham City (que, apesar de ser da concorrente DC, vale a menção de gameplay), com um foco no combate, stealth e exploração.
Ter um enredo mais maturo e sombrio, mais personagens à disposição do jogador – como a Gata Negra e Demolidor –, diversos vilões e desbloqueáveis espalhados pela cidade seria muito interessante de vermos na nova geração.

2 – Um Third Person Shooter do Justiceiro

Conhecido por ser um dos maiores anti-heróis dos quadrinhos, o Justiceiro não teve muitos jogos em sua história. O mais famoso – e talvez o mais controverso – é um game lançado para PS2 e PC em 2005. A história era interessante e o gameplay viciante, mas foi duramente criticado por seu sistema de torturas.
Atualmente, a indústria e o mercado estão muito mais amadurecidos e receptivos para jogos violentos. Um game em terceira pessoa que herdasse o conceito e o improvisasse com mecânicas atuais, como coberturas, vida regenerativa etc., com certeza seria bem divertido.
A história do personagem evoluiu até mesmo nos quadrinhos nos últimos anos, já que Frank Castle tem uma rixa forte com muitos dos principais heróis da atualidade. O próprio Capitão América o menciona como um psicopata em muitos momentos, um elemento para ser explorado em um game mais sombrio da Marvel.

3 – Hulk Contra o Mundo

Este é um dos arcos mais épicos do grandalhão verde, que parte em uma sede de vingança contra quase todos os super-heróis da Terra após ser exilado em um planeta distante. O Hulk já contou com jogos baseados em seus filmes, mas nunca teve a qualidade esperada. Colocar o gigante esmeralda mais nervoso do que nunca contra os ícones dos quadrinhos empolga só de imaginar.
O personagem tem um potencial enorme para demolir as coisas e se encaixaria perfeitamente em um game com cenários dinâmicos e destrutíveis, explorando o potencial gráfico das novas gerações. A mecânica de jogo poderia mesclar um pouco de sandbox com o que a série Dynasty Warriors tem, retratando o que o Hulk faz de melhor: esmagar!

4 - Lego Marvel 2

Ok, hora de parar um pouco com a temática mais pesada. Lego Marvel é considerado por muitos um dos melhores de toda a série Lego. Com mais de 130 personagens desbloqueáveis e centenas de extras espalhados por um mapa gigantesco, é impossível não pensar em uma sequência.
Com a vinda dos novos filmes até 2020, a sequência poderia explorar de uma forma cômica mais os roteiros de vários deles, como Vingadores 2 e Capitão América: Guerra Civil. Com um repertório ainda maior de personagens, mais extras e novas habilidades aos heróis, com certeza seria um belo jogo. Já imaginou lutar contra um Ultron feito de Lego?

5 - Avengers: The videogame

Este com certeza é a frustração de todo fã. Capitão América, Homem de Ferro, Homem-Aranha, Hulk, Thor e Wolverine são exemplos de super-heróis que tiveram games baseados em seus filmes, por mais que a qualidade de muitos seja duvidável. Mas, com o sucesso imenso do filme em 2012, por que raios nunca vimos um game da maior equipe que já existiu? Tá, ok... Existe aquele de Kinect, mas esse a gente finge que não existe.
A frustração foi ainda maior quando vídeos de uma versão alpha de um game dos Avengers surgiu na internet. O mais interessante dessa versão, é que toda a jogabilidade era em primeira pessoa, e, por mais estranho que pareça, a sensação que nos passou é que era na verdade muito boa.
Avengers 2 está quase aí, com novos personagens e vilões para a série. Talvez um jogo que se baseasse no filme não seria a melhor ideia, mas pegar muitos dos elementos não seria ruim. Mesclar uma história original com inimigos dos dois filmes poderia ser o suficiente para atrair os fãs. Ainda estamos ansiosos para experienciar uma aventura pela perspectiva de um Vingador.


6 – X-Men produzido pela Telltale

Os mutantes contaram com muitos jogos plataforma e beat ‘em up nos anos 90, e alguns outros para sexta e sétima geração de consoles. Mas já faz um tempo  que não vemos um bom jogo dos X-Men.
Os próprios diretores da Marvel encaram a série como uma grande oportunidade de criar histórias que exploram o lado emocional. O conceito da existência dos X-Men trabalha com a ideia mascarada do preconceito na sociedade. Muitos dos personagens da equipe já tiveram um aprofundamento pessoal para atingir leitores que gostam de uma história mais madura.
Considerando este histórico e como os membros muitas vezes já se dividiram por decisões pessoais, achamos que seria perfeito que a Telltale criasse um jogo baseado nos quadrinhos de X-Men. Famosa por lidar com roteiros excepcionais e escolhas morais e éticas, encaixar o universo mutante em um jogo da desenvolvedora cairia como uma luva.

7 – Wolverine: O Velho Logan

O grande imortal da Marvel já teve alguns jogos solo e em equipe. Wolverine teve um filme contando suas origens em 2009, mas não agradou à muita gente. O que muitos deixaram passar batido foi o game que se inspirou no longa-metragem, um hack ‘n slash muito divertido, brutal e violento, deixando algumas partes ruins do filme de fora.
A mecânica de jogo é perfeita para o personagem. O que pecou foi o roteiro, que, por mais que tenha tentado fugir do filme, ainda era baseado no título. Talvez com a mesma jogabilidade, mas adaptada ao arco do quadrinho “Wolverine: O Velho Logan”, teríamos a aposta certa para um game. Nesta história, todos os super-heróis morreram e o mundo é dominado pelos vilões.
Com uma temática pesada – baseada em cenários de Velho Oeste – e um Wolverine mudado, a HQ foi uma história única e sem continuação, que poderia ter a sua sequência no jogo. O universo pós-apocalítico com um dos mais admirados heróis de todos os tempos é sem sombra de dúvidas atrativo.

8 – Thunderbolts

Esta equipe não é conhecida por muita gente. Mas isso não significa que não tenha um apelo para fãs de super-heróis. Ou vilões. Thunderbolts é uma equipe de mocinhos e bandidos, que realizam missões e tarefas de moral duvidosa, coisa que os outros heróis não fariam. Nomes como Venom, Hulk Vermelho, Doutor Octopus e Justiceiro já passaram pela equipe.
Pensamos em um jogo de ação com elementos de RPG, criado no maior estilo dos títulos da Bioware. Os Thunderbolts sempre tiveram diálogos e atritos muito interessantes entre si e se encaixariam muito bem ao estilo de gameplay de Mass Effect e Dragon Age.
Jogar como um líder da equipe Thunderbolts, que deve criar afinidade para ganhar a confiança de cada membro e lidar com os questionamentos de decisões para cada missão, com certeza é uma ideia que se enquadra ao que o grupo representa no universo Marvel.

9 – Marvel vs. Capcom 4

Bom... Não é necessariamente da Marvel, mas com certeza é um dos que mais alcançam a memória, certo? Marvel vs. Capcom 3 foi muito bom, mas muitos não acham que ele tenha superado seu irmão mais velho – para quem não entendeu, estamos falando de Marvel vs. Capcom 2.
A nova geração ainda está saindo das fraldas, mas é impossível não imaginar a infinidade de possibilidades que estão por vir. E esperamos de dedos cruzados que Marvel vs. Capcom 4 esteja entre elas. Ver gráficos melhores, jogabilidade refinada e um elenco ainda maior de personagens seria bem-vindo.

10 – Injustice: God A... Ops, digo...

Tá, admito. Injustice lida com personagens da DC, mas foi um baita de um jogaço. O que é uma pena vermos que, tirando Marvel vs. Capcom, não exista nada parecido com os heróis da Marvel. Cá entre nós, às vezes parece que a galera mais briga entre si do que combate vilões. O que é uma justificativa perfeita para um jogo deste gênero.
Avengers vs. X-Men, Guerra Civil, Thunderbolts vs. Avengers... Possibilidades não faltam. A ideia seria manter a ideia e trocar a produtora. Com uma jogabilidade mais parecida com Street Fighter ou Killer Instinct, seria bem interessante e diferente o bastante de seu concorrente.

Bônus

E, como não podia faltar, nossa última sugestão é... Avengers Kart Racing. Seria cômico ver os principais ícones da Marvel competindo em carrinhos, cada um com suas habilidades distintas e poderes especiais espalhados pelas pistas. Consegue imaginar o Hulk espremido dentro de um kart?
Tá, essa última parte é mentira. Mas, de possibilidades, existem muitas. E você, que tipo de jogo e quais personagens gostaria de ver nos consoles?
Antonio Augusto Soares Lemos

Antonio Augusto Soares Lemos

Tecnologia do Blogger.